O que é Pintura hidrográfica

rodas-com-pintura-hidrograficaPossivelmente você já tenha ouvido falar sobre a pintura hidrográfica, técnica que está sendo cada vez mais utilizada em carros tunados e muitas outras peças.

Se você já ouviu falar, possivelmente também tem a curiosidade de saber como essa técnica funciona e como ela é feita, não é mesmo?!

Pois bem, pode ter certeza de que você está no lugar certo, pois hoje falaremos todos os detalhes sobre esse assunto.

Entendendo a pintura hidrográfica

A Water Printing é uma técnica que vem se popularizando cada vem mais no Brasil, especialmente com a febre dos carros tunados.

No entanto, a verdade é que mesmo tendo se ganhado mais notoriedade com a personalização de peças automotivas para carros exclusivos, a pintura hidrográfica pode ser aplicada em uma grande variedade de peças, como explicado pelo criador  do Curso de Pintura Hidrográfica WTP Brazil, onde é ensinado em detalhes tudo sobre esta arte.

O mais interessante de tudo é que, embora seja necessário bastante técnica e conhecimento, a aplicação dessa arte impressa na peça escolhida depende apenas de água, a película e um ativador para que se tenha um ótimo resultado.

Como funciona a Pintura hidrográfica?

De uma forma bem simples, podemos dizer que a pintura hidrográfica é algo verdadeiramente simples de ser feito, depois que se aprende a técnica correta, claro.

Isso porque existem alguns cuidados que devem ser tomados, além da paciência, que é imprescindível no processo.

No entanto, o inegável é que a técnica tende a ser econômica, visto que o objeto é mergulhado na água com a película e já fica pronto, economizando dinheiro e tempo.

Via de regra, um passo a passo simples para a aplicação da técnica é o seguinte:

  1. Preparar a peça para a aplicação
  2. Processo de imersão
  3. Ativação do produto
  4. Mergulho do objeto a ser pintado
  5. Finalização com verniz

Vale lembrar, no entanto, que a primeira coisa que precisa ser feita é a preparação da peça, que deve estar limpa de qualquer tipo de resíduo antes da aplicação.

Caso a peça seja uma roda de carro, por exemplo, ela não pode ter poeira, nem manchas de óleo e nem mesmo outras impureza. Veja como é o processo com a roda:

O ativador também não pode ser usado em excesso, mas sim na medida certa, visto que é ele que vai garantir que a pintura vai aderir na peça.

Quando está tudo pronto, basta imergir a pela corretamente na água com a estampa e depois passar o verniz para dar o acabamento necessário.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre a pintura hidrográfica!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>